Entrevista: Amor de Mãe ❤

Padrão

Por Priscilla Adduca

Tô muito feliz em estrear essa nova tag no Blog. Há tempos queria colocar em prática a vontade de contar histórias, de reunir mulheres incríveis, de relatar casos emocionantes. Quantas Super Mulheres a gente conhece? Quantas nos inspiram diariamente? São tantas! E pra começar essa série de entrevistas em alto estilo, convidei a minha prima e amiga querida Juliana, que acabou de virar mamãe e vem passando por emoções maravilhosas. Ser mãe de primeira viagem não é fácil, mas ela garante que é a maior emoção da vida! Espero que vocês gostem!  ❤

Nome: Juliana

Idade: 31 anos

Nome da princesinha: Juana Flor

Idade: 3 meses

Sua gravidez foi planejada ou aconteceu sem querer?

Foi planejada, sendo que aconteceu bem rápido. Usava DIU, achava que demoraria um tempo pra acontecer, em 1 mês fiquei grávida.

Seu parto foi normal ou cesariana? Foi uma escolha sua ou teve influência do médico?

Cesariana. Tinha vontade de ter normal, o problema é que foi perto do carnaval, fiquei com medo da confusão de Salvador durante a festa, acesso ao hospital, etc. Por conta disso optei pela cesaria.

Durante a gravidez você passou por alguma fase mais complicada ou foi uma gravidez tranqüila?

Minha gravidez foi super tranqüila, procurei me alimentar bem e fazer atividade física. Trabalhei durante toda a gravidez sem  nenhum problema.

Qual a parte mais difícil depois do parto?

Logo que se chega em casa é bem complicado, não conseguia dormir, ficava olhando ela o tempo inteiro. Tive enxaqueca durante uns 3 dias sem parar. A medida que fui me acostumando tudo melhorou. Depois de 1 mês já estava tudo 100%, ela já dormia a noite inteira e eu estava totalmente adaptada a minha nova função.

Você está conseguindo amamentar? Teve alguma dificuldade até agora?

Tive muito leite desde inicio. Nos primeiros dias o peito  ficou bem ferido, o que doía muito, só que a minha vontade de amamentar a minha filha era superior a tudo isso. Amo amamentar, é um momento único, aquela coisinha me olhando o tempo inteiro. Bom demais.

Você sentiu algum medo durante a gravidez ou após o parto?

Tive muito pouco medo, sabia que daria conta. Acho que isso influenciou bastante pra que minha filha fosse uma criança tão tranqüila.

Quem são as pessoas que mais te ajudam nessa fase?

Meu marido é meu grande companheiro, estava sempre do meu lado durante as noites acordadas. Minha mãe também me ajudou muito. Fiquei na casa dela durante o primeiro mês.

Você ainda está de licença maternidade. Como vai ser o retorno ao trabalho? Com quem ela vai ficar e como você imagina que vai ser?

Pois é, essa é a parte mais difícil. Já tenho uma babá com quem ela vai ficar. O problema maior é a falta que vou sentir dela, passar 6 meses grudadinha e depois ter que passar o dia inteiro separada dói. Agora, se todo mundo sobrevive tb vou sobriviver.

Qual o seu maior desejo na educação da sua filha?

Espero conseguir proporcionar uma educação de qualidade e que ela se torne uma pessoa do bem.

Algum conselho para as grávidas ou mamães de primeira viagem?

Conselho não… Apenas dizer que ser mãe é a melhor coisa do mundo, um amor que parece impossível de tão grande. Um amor que cresce de forma assustadora… O maior amor do mundo.

Anúncios

»

  1. Oi Pity, adorei a sua ideía… Ju amei as suas respotas. Perfeita a sua explicação: “…um amor que parece impossível de tão grande…”
    Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s